O Agrônomo da AQUA4D Brasil, George Hércules de Melo, explora os efeitos benéficos da tecnologia water-smart para irrigação em ambientes desafiadores, tais como água salina e/ou solos saturados de sal.

Entendendo o mecanismo de absorção da raiz

As culturas instaladas em solos com alto teor de sal e/ou irrigados com águas salobras apresentam problemas de desenvolvimento, resultando em rendimentos muito baixos. Este fato deve-se à baixa capacidade das plantas para absorver água e nutrientes do solo.

Para que haja uma troca iônica entre o solo e a planta, deve haver uma condição osmótica que favoreça a sua absorção. As plantas utilizam muita energia para fazer essa troca, devido ao diferencial osmótico entre a concentração salina da seiva da planta e a concentração da solução do solo salino. Isto significa que a planta deve fazer um grande esforço para absorver a água de que necessita.

Em condições de alta salinidade, mesmo com rega frequente, a água disponível não é suficiente para a planta manter as suas funções vitais, fechando os estomas num dia quente e ensolarado, e não conduzindo mais a fotossíntese. Com o tempo, os efeitos prejudiciais sobre as plantas e o rendimento tornam-se simplesmente muito claros.

Transformando a relação água-solo-planta

Os aglomerados de água encontrados na natureza são, na sua maioria, formados por centenas de moléculas de água (H2O). O tratamento AQUA4D® resulta na fragmentação destes aglomerados. Estes pequenos aglomerados de água levam, então, à uma maior penetração nos micro poros do solo. Isso aumenta a disponibilidade de água no solo, mantendo os solos, e as plantas, hidratados por mais tempo. Além disso, com sais nocivos eficientemente transportados abaixo da zona radicular, as plantas podem agora otimizar as suas atividades fisiológicas.

Para culturas expostas a condições externas extremas, o tratamento AQUA4D® implica menos stress nas plantas, promove um melhor desenvolvimento, e resulta em maior produtividade e rendimento.

As novas condições na relação água-solo-planta trazidas pela AQUA4D® foram comprovadas em vários casos ao redor do mundo, assim como vários exemplos notáveis no Brasil.

Rio Grande do Norte: regeneração de solo salino

A Agricola Famosa, o maior produtor de frutas do Brasil, irrigou suas culturas de melão com água salina (EC 3.0-6.0). Com o passar do tempo, o sal havia se acumulado a tal ponto que a produtividade estava sofrendo - Eles se deparavam com a mudança da produção para uma nova área. Eles experimentaram o sistema AQUA4D® pela primeira vez em 2014, em uma parcela de 24 ha. (Saiba mais nesta entrevista em vídeo com o diretor da empresa, Richard Müller).

Rapidamente se tornou evidente para os agrónomos da Agricola Famosa que o sal estava saindo do solo, a qualidade da água estava melhorando e a saúde das plantas melhorou para além do reconhecimento (aumentos de rendimento de 7-17%).

Minas Gerais: uniformidade de irrigação e umidade

Os resultados de um grande produtor de café em Minas Gerais foram um claro exemplo da melhoria da relação solo-água-planta através da AQUA4D®. Uma maior uniformidade de irrigação e umidade do solo tiveram um impacto direto e profundo na produtividade na época da colheita - aumentando a produtividade em 27% (clique na imagem à esquerda para expandir).

O Profº. Eusímio F. Fraga do Instituto de Ciências Agrárias (UFU) contou recentemente em uma entrevista da AÇÃO AGRO : “A diferença nas plantas de café é clara: o tamanho das plantas, seu vigor, cor das folhas e, claro, aumento da produtividade” (link vídeo completo aqui).

Conclusão

A otimização do desempenho das plantas é de interesse em todos os níveis da agricultura, mas quando associada a condições extremas de solo ou água, falhar ao realizar ajustes pode causar ameaças existenciais às culturas. A AQUA4D tem mostrado como a transformação da água de irrigação de má qualidade pode restabelecer este nexo fundamental de água-solo-planta, tendo efeitos tanto curativos como preventivos - em última análise pelos produtores em horas de trabalho poupadas, maiores rendimentos e terras restauradas.

  • Brasil

  • Agricultura Water-Smart

  • Irrigação de Precisão

Webinar: George Melo explica a gestão da água com AQUA4D

A Ciência: A absorção de água e nutrientes é feita através da rota simplastica e rota apoplastica. A rota simplatica ocorre através da membrana celular e, portanto, requer um diferencial osmótico. Os nutrientes são absorvidos por difusão juntamente com a água. A absorção pelo aplopasto ocorre sem a necessidade de potenciais osmóticos, já que o fluxo da água junto com os nutrientes ocorre entre as células até alcançar o xilema. A absorção neste caso é por "fluxo de massa", dando preferência aos nutrientes mais solúveis, como o nitrogênio.